As Doze Noites Santas

Estamos a entrar no tempo do mundo-às-avessas, das Festas dos Inocentes ou das Doze Noites Santas que se seguem ao Natal e antecedem a Epifania. A tradição que as envolve é complexa e tem como antecedente uma noção pendular do Tempo que Platão também teorizou no mito do político. No início O demiurgo segurou na […]

cartas que chovem do céu

1-O meu desejo é que vós e todos os cristãos sejam mouros No tempo em que se uniam esforços para combater a ameaça turca, também choviam cartas do céu. Neste caso, uma série de correspondência imaginária que Fernando o Católico teria travado com todos os povos do mundo, a fim de se unirem em torno […]

Feliz Natal

os anjos cantam Erguer e deitar abaixo! Fazer e desfazer! Deus, o que há de infantil na tua Obra! O culto do Menino Deus! Deus é o Deus Menino. Lá está num altar da minha igreja, e tem o mundo na mão. Para quê? Para brincar com ele. Teixeira de Pascoaes, O Bailado. Menino Jesus […]

Dia 29 MNAA

A propósito da próxima ida à Exposição do MNAA- A Cidade Global- Lisboa no Renascimento, aqui ficam alguns textos de enquadramento. «Assumindo-se como centro do comércio mundial, a cidade passaria a oferecer uma variedade impar de produtos de luxo, conforme Garcia de Resende daria conta nos versos da sua “Miscelânea”: ouro, prata, brocados/de mil feitios, […]